Rua Moisés Cantarelli, 368 Bairro Centro - CEP 97200-000

Assinada Carta de Intenção do GeoParque Quarta Colônia

Foi assinada na tarde de ontem, 22, a Carta de Intenção que apresenta a Quarta Colônia como aspirante ao Geopark da UNESCO. O prefeito, Paulo Ricardo Salerno, esteve na reunião, junto aos demais prefeitos dos municípios da Quarta Colônia, do Presidente do Condesus André Luiz Rossato, da Coordenadora do Projeto Geoparques UFSM e da Coordenadoria de Desenvolvimento Regional e Cidadania Jaciele Sell, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Lisboa e do Reitor da Universidade Federal de Santa Maria, Paulo Burmann.

De acordo com a coordenadora de Desenvolvimento Regional e Cidadania da UFSM – à frente do projeto Geoparque Quarta Colônia -, Jaciele Sell, a carta ainda não é o pedido oficial para ser Geoparque, mas sim uma sinalização de que se está trabalhando para isso. “É uma sinalização para a Unesco de que aqui no Rio Grande do Sul, estes nove municípios, representados pelo Condesus em parceria com a Universidade, estão trabalhando para isso”, ressalta.

Se recebida e aceita pela Unesco, a região passará a ser denominada “Geoparque Quarta Colônia Aspirante Unesco” e não mais “Projeto Geoparque Quarta Colônia”.

Esta é uma etapa intermediária e necessária no processo de certificação. Parece algo simples, de início, mas é uma forma de dar visibilidade ao projeto e ao trabalho desde já (e quem sabe até de trazer os olhares internacionais para o território).

Geoparque Quarta Colônia

O Projeto Estratégico Geoparque Quarta Colônia é uma iniciativa da Pró Reitoria de Extensão da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Este já possui uma trajetória e algumas condições para a efetivação da proposta, dentre elas, a singularidade geológica (pré requisito indispensável para o pleito) e principalmente, interesse da comunidade acadêmica da UFSM em contribuir com a população desses lugares na construção de tal estratégia de desenvolvimento local. A intenção é implementar e coordenar uma proposta de Geoparque no território da Quarta Colônia visando novas alternativas para a economia regional, de forma sustentável, por meio da conservação do patrimônio natural e cultural, da educação para o meio ambiente, incentivo à geração de renda através de iniciativas privadas, bem como ao turismo local. Tudo isso, através da apropriação do conhecimento, da capacitação da comunidade, da formação acadêmica, da pesquisa, da extensão, da intervenção e da articulação junto ao poder público local, entidades e sociedade civil organizada.

A Quarta Colônia é composta por nove municípios gaúchos: Agudo, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Ivorá, Nova Palma , Pinhal Grande , Restinga Sêca , São João do Polêsine e Silveira Martins . As características destes municípios que compõem a Quarta Colônia, como a beleza natural das suas paisagens, da abundância de água de seus rios e de suas cascatas, da raridade dos fósseis ali encontrados que testemunham as mudanças ambientais do planeta nos últimos 250 milhões de anos e a cultura preservada dos seus imigrantes, se bem articuladas, podem permitir que essas comunidades possam legar, às próximas gerações deste planeta, um futuro em que a qualidade de vida esteja em sintonia com a conservação da sua cultura e com a sua herança geopatrimonial.

Esses conjuntos de características, se bem articuladas, podem permitir que essas comunidades possam legar, às próximas gerações deste planeta, um futuro em que a qualidade de vida esteja em sintonia com a conservação da sua cultura e com a sua herança geopatrimonial.

Fonte: Condesus e UFSM

Deseja entrar em contato com a Prefeitura, clique no botão ao lado... Fale Conosco