Prefeitura identificará animais com microchips

Iniciará em breve a implantação de microchips de identificação de animais em Restinga Sêca. A iniciativa faz parte do serviço municipal esterilização e controle populacional de animais, projeto pelo qual famílias de baixa renda poderão castrar cães e gatos gratuitamente. Além da castração, os animais receberão a identificação através de microchipagem para fins de inibir o abandono.

No entanto, nem só cães e gatos serão microchipados. O poder público também implantará os microchips em cavalos que são criados na sede urbana. O propósito é facilitar a identificação dos proprietários e inibir a circulação de grandes animais nas ruas.

Na última sexta-feira, 5, a Prefeitura Municipal deu ordem à empresa Animalltag para fornecimento de dois leitores de microchips e uma remessa inicial de 250 microchips. A licitação foi realizada com recursos do Fundo Municipal de Política Animal. A expectativa é que a responsabilização dos proprietários através da identificação dos animais por microchipagem seja eficiente no combate ao abandono, facilite a identificação de animais perdidos e reduza a circulação de grandes animais pelas vias públicas.

O Poder Público enfrenta a dificuldade de identificar os proprietários de animais soltos nas ruas, o que acaba ocasionando transtornos. No caso dos pequenos animais, o abandono leva à sua reprodução nas ruas, o que além de cruel para o próprio animal, também expõe uma situação sanitária, pois esses animais muitas vezes saem em busca de comida nas lixeiras, o que pode culminar também na proliferação de doenças. No caso de animais de grande porte, como os cavalos, existe o risco de acidentes de trânsito e os proprietários dificilmente se identificam nos casos de ocorrências envolvendo o animal.

Deseja entrar em contato com a Prefeitura, clique no botão ao lado... Fale Conosco